REMACAÊ BLOG

  • WP_20140601_016
  • WP_20140601_014
  • WP_20140601_013
  • WP_20140601_011
  • WP_20140601_010
  • WP_20140601_009
  • WP_20140601_007
  • WP_20140601_004
  • WP_20140601_003
3
WP_20140601_010

 

Ontem tive uma manhã maravilhosa conhecendo um pouco do trabalho do artista, Jackson Bergamo, especialista e apaixonado por embarcações de madeira. Um dos maravilhosos projetos realizados pelo Jackson é a recuperação do original e a criação de uma réplica do I.A.T., barco utilizado por Amyr em sua atravessia do Atlântico sul em 1984. O mais interessante ao ouvir um pouco das lições do Jackson é perceber como algumas tecnologias antigas permanecem superiores. Por exemplo, a resistência do par de remos de madeira usado pelo Amyr em sua travessia do atlântico que, até hoje, encontra-se em ótimo estado, em contraste a tantas histórias de travessias em que a quebra de pares de remo e a utilização de pares substitutos é uma constante. Ou ainda, a robustez de pares de remo de madeira trazidos por Amyr de uma de suas expedições à Georgia do Sul, utilizados nas antigas baleeiras há cerca de um século, ainda nos tempos de Shackleton, em que barcos eram feitos de madeira e homens de aço. O aroma de madeira do galpão do amigo Jackson lembrou o perfume daquele rango esperto caseiro imbatível de vovós e mamães. Que a arte de pessoas como o Jackson permaneça viva e seja transmitida às próximas gerações.  Para conhecer mais sobre o trabalho de Jackson Bergamo, visite http://jacksonbergamo.com.br/

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This Campaign has ended. No more pledges can be made.