Dias no Atlântico
44Dias12Horas31Minutos7Segundos
Faça sua doação

REMAR, REMAR, REMAR (E AJUDAR)!

Nosso objetivo é cruzar o Oceano Atlântico a remo numa equipe de oito remadores, bater recordes Guinness e ajudar na pesquisa da cura do câncer.
InstagramCapture_845d34bd-c828-411b-8ad0-2fd0763a24cf InstagramCapture_964f5a59-3a95-4ec5-a933-c3ff12081c1b InstagramCapture_2290e677-dc2b-4108-9b2b-cf6a67749786 InstagramCapture_d89cb921-96cc-426a-8baf-8b143e4bb350 InstagramCapture_46e95100-c96f-4890-9307-7ff695281efb DCIM113GOPRO RemaCae

CONHEÇA NOSSA EQUIPE

Somos um pequeno grande time de apaixonados pelo mar, pelo sol e pelo bem.
  • equipe1
    Caetano Altafin
    Remador e Fundador

    Nascido e criado no Rio de Janeiro, Caetano Penna Franco Altafin Rodrigues da Cunha, ou simplesmente, Caê, tem 31 anos de idade. Caê é mestre amador pela CPSP, remador, advogado e empreendedor. Na adolescência, Caê jogou futebol nas divisões de base de alguns clubes brasileiros. Caê possui mais de dez anos de experiência como voluntário em projetos sociais voltados para crianças carentes e com necessidades especiais na Europa, África e Brasil e fundou o Projeto Um Pé de Biblioteca para assistir comunidades na criação de bibliotecas. Atualmente, Caê divide seu tempo entre a preparação para a travessia do Atlântico programada para o final de 2014/início de 2015 e auxiliando clientes em operações de fusão e aquisição e mercado de capitais nos Estados Unidos e na América Latina. Caê é mestre em direito pela Harvard Law School e participou de programas em finanças corporativas e investimento na London Business School. Caê foi um dos principais personagens do documentário “Romance de Formação/Bildungsroman, 2011”, bolsista da Fundação Estudar e do Instituto Ling em 2010 e é membro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Para saber mais sobre o Caê, visite:

    Caê no Samba Soccer na Irlanda

    Trailer do Documentário “Romance de Formação”, produzido pela Matizar

  • equipe2
    Leven Brown
    Capitão

    Nascido em 1972 na Escócia, Leven Brown passou 123 dias no mar em sua travessia a remo do Atlântico em 2005. Leven já conquistou três recordes Guinness e possui o RYA/MCA Yachtmaster. Será o líder da embarcação Avalon na travessia do Atlântico no final de 2014.
    Para mais informações visite: Travessia do Atlântico (O-L)

  • equipe3
    Acácio Lemos
    Remo

    Acácio coordena o Clube de Remo Bandeirantes e é diretor da Federação Paulista de Remo (FPR). Acácio e outros membros do Bandeirantes (João Paulo Nascimento, Edgar Andrade e Cesar) estão ajudando o Caê na preparação para a travessia do Atlântico no final de 2014.

  • equipe5
    Daniela Figueiredo
    Navegação

    Encantada por albatrozes, Daniela velejou o Atlântico (L-O) e atualmente trabalha em sua nova paixão: cuidar de outras pessoas como enfermeira. Daniela é uma grande amiga do Caê e têm compartilhado importantes dicas sobre a vida no mar.

conheça nossa CAUSA E inspiração

Vamos apoiar o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) na pesquisa da cura do osteosarcoma, espécie de tumor maligno dos ossos. Nossa inspiração nasceu da luta pela vida de crianças e adolescentes diagnosticados com osteossarcoma.

Contaremos histórias de alguns desses bravos navegantes e suas lições de amor à vida e ao próximo no blog do projeto, como forma de divulgação dessa causa tão importante que nos inspirou a remar um oceano!

Veja como funciona

Todos valores arrecadados por meio de nosso crowdfunding serão direcionados para a pesquisa da cura do Osteossarcoma desenvolvida pelo Into.

Faça sua doação

mas afinal, o que é osteossarcoma?

O Osteossarcoma é um tumor maligno dos ossos. Sua incidência é maior em crianças e jovens, mas pode ocorrer em adultos, sendo secundário à irradiação da radioterapia e da doença de Paget. O tumor atinge o aparelho locomotor, como pernas, braços e coluna, e acomete os pulmões com frequência, em decorrência de metástase. O primeiro sinal é dor e aumento rápido de volume no local, como no joelho e no úmero, por exemplo. Em 27% dos casos é necessária a amputação. Os outros 73% precisam passar por cirurgia e colocação de prótese ou enxerto para substituir a articulação. Por se tratar de um tumor altamente maligno, o  índice de mortalidade da doença também é muito alto. Menos de 5% sobrevivem com osteossarcoma. A taxa de sobrevida do paciente é de 64% em cinco anos e cai para  50% quando ocorre metástase. O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), órgão do Ministério da Saúde, é centro de referência no tratamento de doenças e traumas ortopédicos de média e alta complexidades.

Saiba mais

VOCÊ SABIA?

Em 1981, o canadense Terry Fox iniciou uma corrida pelo Canadá para arrecadar fundos para a pesquisa do câncer. Ele desenvolveu um Osteossarcoma quando adolescente e teve sua perna amputada. Anualmente, a corrida de Terry Fox (Terry Fox Run) ocorre em diversos países e, desde sua criação, já possibilitou a arrecadação de mais de milhões na pesquisa da cura do câncer. Conheça mais sobre a Terry Fox Foundation e se inspire!

51%Doações
137 apaixonados

Patrocinadores

Seja um patrocinador e faça parte dessa expedição histórica! Ainda estamos em busca de patrocinadores para a travessia do Atlântico. Há diversas oportunidades incríveis para patrocinar o RemaCaê e se envolver nessa causa. Para mais informações contate-nos

Marca-Brastech-AltaRes
barbados

Colaboradores

ahdesign
rotaacaraje
jujuba2
cremer
cluberegatas
mind

Colaboradores de equipamento

casio
protrek

ACOMPANHE AS NOVIDADES

Através do nosso blog, você pode acompanhar tudo que está acontecendo em nossa expedição.
InstagramCapture_964f5a59-3a95-4ec5-a933-c3ff12081c1b

Imenso mar!

data: 23 Mar 15
autor: remacae
em: Sem categoria
Imenso mar! Foram pouco mais de 43 dias e 12 horas entre as duas margens do Atlântico. Mas confesso que me perdi na tentativa de usar o tempo da terra para compreender o sonho do mar. Por …
Ver todas as postagens

ENTRE EM CONTATO




This Campaign has ended. No more pledges can be made.